AEMK - Associação Estavam e Maria Kovacsik

  • A+
  • a-
  • Voltar


Paciente do mês: Setembro 2013

27/09/2013
Fonte:
AEMK

Eu Ramiro Maestro, residente na Rua XXXX XXXX, XX – São Paulo / SP, venho através desta carta, declarar que: no dia 9 de julho de 2008, depois de ter sido diagnosticado com um tumor maligno muito agressivo no estomago fui submetido a uma cirurgia para retirada do dite tumor. Após a cirurgia os médicos deram a minha esposa e filhos a informação que a cirurgia tinha sido realizada com sucesso, mas que uma parte do tumor havia saído do estomago e estava em cima de uma artéria que se ligava ao fígado com isso sendo impossível sua retirada. Informou também que a quimioterapia não alcançaria tal lugar e por isso eu teria apenas 3 meses de vida. Mesmo assim foi feito o tratamento com radioterapia, e quimioterapia, para seguir o protocolo, mas sem expectativa de cura. Foi quando através de um parente, fiquei sabendo do tratamento feito por dona Celeste. Alguém da família desta minha parente a uns 20 anos ou mais, tinha curado um câncer com esse tratamento, e vive até hoje. Diante dessa informação sabendo que não se tratava de tratamentos religiosos ou coisa parecida, mas sim baseado na física, e que não teria que abandonar o tratamento médico, resolvi conhecer melhor essa nova opção, e para a minha surpresa, minha esposa havia comprado um livro (antes de saber da minha doença) muito antigo, em um sebo “Do principio do mundo ao fim do câncer” (a cura científica do câncer) 3ª edição ano 1976. Qual não foi a minha surpresa ao verificar que se tratava do livro do avô de dona Celeste, o mesmo tratamento que ela continuava até aquele momento. Baseado nestes fatos entrei em contacto com a mesma, e comecei esse tratamento paralelamente ao tratamento medico. Fui melhorando, e após alguns meses estava em remissão, ou seja não há mais vestígios da doença, o tumor da artéria sumiu, todos os exames laboratoriais, de imagem e clínicos mostram que estou curado. Graças a Deus, aos médicos e ao tratamento de dona Celeste.

Resta dizer que tudo foi feito sem que eu tivesse que pagar nada. Acredito que por puro altruísmo e amor, e enfatizo que a mesma aconselha a não parar o tratamento médico.

 

Ramiro Maestro.